A Husband’s Unwavering Support for His Wife, Who Has 90% Burned Skin, as They Initiate Their Happy Parenting Journey (Video)

Eu me senti muito feliz, muito realizada.

A minha gravidez.

Ela foi bem tranquila, graças a Deus.

Teve algumas intercorrências por conta da minha situação, né do meu problema, mas a gravidez insa e bem tranquila, linda.

Essa aqui é a Zaia, minha princesa, O Edmilson, extraordinário.

Ele é incrível.

Ele é maravilhoso.

Ele me ajuda em tudo com esses Pinheiros.

Sete meses dela tem sido ganho corrido, mas tem sido assim, os melhores meses da minha vida.

Tem sido maravilhoso.

Cada momento com ela é muito incrível, muito especial.

Ela é muito perfeita.

Meu nome é Karine.

Eu sou julgada nas redes sociais.

Cortei uma filha nessas condições.

O nome do problema que eu tenho é xerodésticos.

É uma doença Rara, né, que atinge uma criança a cada um milhão.

Né, Essa Doença.

Ela nos limita e nos impede a cisco ao sol ou a qualquer tipo de luz que transmita raios ultravioleta.

Quando eu tinha três anos, eu fui diagnosticada com o xeroderno pigmentoso.

Cada vez que eu me exclui ao sol, eu tô sujeita, né, a televisões da minha pele com essas manchinhas que são câncer de pele.

Eu já fiz 219 cirurgias, todas para retirar lesões de pele.

Algumas imagens, outras mais simples, com essa da Kelly, quando eu descobri que eu tava grávida, que eu fui diagnosticada com dois nódulos no meu pulmão.

E até então esses nódulos estavam estáveis e o médico estava só acompanhando através de exames em abril, é, surgiu umas outras lesões, né, na pele, na minhas costas, que também precisavam ser operadas, E essas lesões estavam causando muitas dores.

Então eles que eram necessário retirar a primeira, essas lesões, para depois fazer a cirurgia.

Até então, eu não sabia que tava grávida, só que eu já estava grávida.

Né?

Eu, hoje, eu sou muito grata a Deus.

Né, porque se não fosse essas lesões, eu teria ido provável gente, eu teria perdido ela, né?

Que, infelizmente, os lados que eu tirei do meu clã foi constatado na biópsia, que era nova e já tava em casa.

Né, eu vou ter que fazer um tratamento hoje.

Que quimioterapia hoje, no terapia, eu tô esperando só o resultado do tratamento que eu vou fazer.

Eu tô usando esse colírio porque há uns três meses atrás, eu tava perdendo a minha visão do olho direito.

Eu já não enxergo no olho esquerdo, eu tava perdendo, não tá nem a visão do olho direito.

Então eu comecei esse tratamento com esse colírio para recuperar minha visão e, Graças a Deus, está dando certo e condição não afeta, tem nada assim a minha vida pessoal, nem de ser mãe, porque sempre dá o meu melhor em tudo que eu faço.

Segundos médicos, as chances de 1%.

Isso só seria possível se o meu parceiro tivesse a mesma condição que eu ou tivesse algum tipo de parentesco comigo.

 

Related Posts

A mother’s delight: endearing birthday pictures of a happy mother celebrating on social media with her eleven children.RITA

A Ƅeautiful photo session of a мother and her 11 𝘤𝘩𝘪𝘭𝘥ren records all their significant мilestones. The Holloways liʋe in Arizona. And since Lisa is 11 years…

A rare condition causes a 4-year-old boy in Bangladesh to age prematurely.RITA

In Bangladesh, a 4-year-old boy named Bayezid Hossain suffers from a rare genetic disorder called Progeria, which causes his body to age approximately eight times faster than…

Manisha Sambhaji Raut’s touching tale of overcoming societal stigma and hypertrichosis with her baby boy.RITA

Manisha Sambhaji Raut’s life has been marked by the challenges of living with hypertrichosis, a rare genetic disorder often referred to as “Werewolf Syndrome.” This condition is…

Bad things happened, but with her efforts she overcame them

Pareпts сɩаіm that a toddler with a ѕeⱱeгe coпditioп has defied medісаɩ coпveпtioп by liviпg past his secoпd birthday. Chaɾlotte Patt was Ьoɾп wɪth Shpɾɪпtzeп-GoldЬeɾg syпdɾome, a…

A Happy Birthday to My Loved Son

Happy birthday, my dear son! As you celebrate this new age, I wish you a year filled with joy and happiness. May each day bring you laughter,…

A Mother in Grief: A 57-Year-Old Woman Overcomes the Oddity of Welcoming a Son Five Years After Her Daughter’s Death

Higgins, After ɩoѕіпɡ her teenage daughter to an unforeseen іɩɩпeѕѕ five years prior, a 57-year-old New Hampshire lady gave birth to a baby boy. In actuality, it…